Imagem
Foto/Imagem divulgação CBF

Pitacos da Bola, com Eduardo Luiz

Paulistas decepcionam na Série D...

Olá amigos internautas que prestigiam o aplicativo Alberto César.

O Campeonato Brasileiro da Série D, quarta e última divisão do nosso futebol, teve a primeira fase encerrada no último final de semana. E o resultado foi desastroso para as equipes paulistas que disputam a competição: dos seis times envolvidos, somente o São Bernardo avançou para a etapa de mata-matas, que começa a partir de agora, quando os 32 sobreviventes lutam com unhas e dentes por uma das quatro vagas na Série C de 2018 e por consequência, a garantia de um calendário para o próximo ano. A Série D não tem rebaixamento, mas sim eliminação do Campeonato Brasileiro.

Com isso, clubes como Portuguesa, XV de Piracicaba, Audax, Ituano e Red Bull Brasil terão que se virar para disputar a competição em 2018. Para os três primeiros, ser campeão da Copa Paulista (o que o XV fez em 2016) é a única solução, já que ambos estão na Série A2. Red Bull e Ituano precisam fazer um grande Paulistão para voltar à disputa da Série D ou conseguir o mesmo objetivo dos demais na Copa Paulista, que se inicia agora no começo de julho.

A situação mais dramática é da Portuguesa, que era integrante da Série A em 2013 e foi descendo degraus até chegar definitivamente agora ao fundo do poço. A Lusa não foi capaz de passar de fase em grupo que tinha como adversários Vila Nova-MG, Desportiva-ES e Bangu do Rio de Janeiro. Durante a competição, perdeu ainda o técnico Estavam Soares. Há uma corrente de diretores no Canindé que é favorável inclusive pelo fechamento das atividades da Lusa por um tempo para uma verdadeira reestruturação do departamento de futebol.

O Red Bull Brasil também tinha planos ambiciosos, mas fracassou sob o comando de Silas. O clube, que mandou duas partidas em Campinas e uma em Bragança Paulista, não foi adiante em chave que tinha como adversários Espírito Santo, Boavista de Saquarema e Caldense. O Ituano era outra boa esperança do futebol de São Paulo, mas foi desclassificado em grupo que tinha São José de Porto Alegre, Metropolitano de Blumenau e PSTC-PR. Com a eliminação, demitiu o treinador Roque Júnior.

O XV de Piracicaba até começou de forma positiva ao derrotar o São Paulo do Rio Grande do Sul em casa, mas três derrotas consecutivas foram fatais para decretar a eliminação em grupo que tinha ainda o Operário de Ponta Grossa-PR e o Brusque de Santa Catarina. Como resultado, o técnico Márcio Fernandes também acabou desligado do clube. Por fim, o Audax, em ano desastroso, após o rebaixamento no Paulistão, fez uma campanha horrorosa ao somar apenas um ponto em grupo que tinha como adversários Portuguesa-RJ, URT-MG e Itumbiara-GO.

Somente o São Bernardo avançou em um grupo que teoricamente era dos mais difíceis, com o Novo Hamburgo, campeão gaúcho, Foz de Iguaçu-PR e Inter de Lages-SC. Boa sorte ao Bernô nas fases mais agudas da competição, que no momento está paralisada em função de uma suposta irregularidade do São Raimundo do Pará, que pode acarretar em grandes mudanças nos classificados (nenhuma envolve clubes paulistas) e também nos confrontos da segunda fase da competição. Aos clubes paulistas fica o alerta, também para a federação. Se nada for feito, a tendência é que cada ano que passe, esses clubes de menor estrutura da capital e do interior do estado passem mais vergonha e infelizmente sumam do mapa, como já aconteceu com União São João, Atlético Sorocaba, Araçatuba, entre outros!

Um abraço e até a semana que vem, com mais Pitacos da Bola.

Imagem

Compartilhar esta notícia

Notícias Relacionadas

0 comentário(s)

Faça o seu login ou cadastre-se para comentar!