Imagem
Foto/Imagem PontePress/FabianaFanti

Presidente Vanderlei Pereira critica arbitragem contra a Ponte no jogo contra o Fluminense e técnico Eduardo Baptista é taxativo: “A Ponte não vai cair”

Presidente Vanderlei Pereira critica arbitragem contra a Ponte no jogo contra o Fluminense .

Após a derrota para o Fluminense, o presidente da Ponte Preta, Vanderlei Pereira, em entrevista coletiva no Maracanã, mostrou grande insatisfação com a arbitragem de Anderson Daronco que, para o dirigente, prejudicou a equipe em lances importantes. Ainda assim, o presidente confia na permanência do time na primeira divisão do Campeonato Brasileiro. “Digo ao torcedor pontepretano que estamos mais vivos do que nunca no campeonato. Temos mais dois jogos difíceis, mas que são possíveis de serem vencidos. Se venceremos os dois vamos para 45 pontos. Mas o que não pode acontecer, nesses dois últimos jogos - e esse é um recado para a CBF principalmente, para o meu amigo Walter Feldman, e ao presidente Marco Polo Del Nero -, é uma arbitragem tendenciosa como a dessa segunda-feira”, afirma Vanderlei, que entrará com representação contra o juiz na CBF. O mandatário ressalta o que considerou injusto. “Antes do 1 a 0 e da expulsão do Naldo, tivemos um pênalti claro em cima do Luan Peres, onde o Henrique Dourado o puxou claramente. Foi pênalti. E o Naldo, para mim, teve uma expulsão muito esquisita, porque ele cometeu uma falta, o juiz deu lei da vantagem e em seguida não houve a segunda falta. Se ele entendeu como lance perigoso, entendeu errado. Ele tinha que dar cartão amarelo pela jogada anterior e não dois amarelos e na sequência o vermelho. Era um jogador que estava marcando muito bem, principalmente o Scarpa, que fazia as jogadas pelos lados. Com um jogador a menos o Fluminense teve mais liberdade para jogar”, comenta. Independentemente da reclamação, Vanderlei Pereira mantém a esperança na permanência. “Pontepretanos, fiquem tranquilos, porque vamos para esses dois próximos jogos firmes e vamos sair dessa”, reforça. Quem também segue confiante é o técnico Eduardo Baptista. O treinador enfatizou sua crença na manutenção do time na elite do nacional e também analisou a partida diante do Fluminense. “A Ponte não vai cair. Vamos ganhar os jogos! Nós vamos brigar. Enfrentamos o Fluminense de igual para igual, mesmo com dez. Como disse o presidente, erros de arbitragem, nesse momento, são muito ruins e ficamos chateados. Mas reafirmo para o torcedor: acredite. Abrace esses caras, esse grupo. Estávamos fazendo um grande jogo, contra um forte adversário, ganhando o campo, construindo as ações. O Naldo pegando todos os rebotes, como foi treinado e previsto por nós. De repente, em um erro de arbitragem, expulsa o jogador. Além de uma falta no Danilo, que foi próxima a área e não foi marcado. Atrapalhou”, conta. O técnico acrescenta: “O Danilo não é um volante de origem e começamos a balançar as linhas e sobrecarregou o Wendel. Por isso a opção pelo Bob, e adiantamos um pouco o Léo Artur, que é um meia de origem e consegue nessa recuperação de bola, dominar e fazer a ligação. Porque aí temos o Danilo em uma beirada rápida, o Lucca em outra beirada e foi essa a intenção. Mas com um  a menos, contra o Fluminense que precisava do resultado e corria riscos como nós, tudo se resolveu para o adversário. Não deixamos de lutar. Os atletas se doaram até o limite, criamos algumas situações, mas com um a menos fica difícil. Saímos tristes e esperamos que seja só futebol e apenas um erro de arbitragem.” O técnico reforça o quanto o apoio da Nação Pontepretana é necessário para os duelos finais. “Eu preciso é que o torcedor compareça no Moisés e apoie os atletas. Eles estão brigando, já deram mostras disso. Estão se dedicando ao clube, à equipe e nós vamos lotar o Moisés. Não adianta eu falar que vou ganhar fora e não vencer em casa. O foco é no Vitória e vamos muito fortes. O presidente deixou um recado importante para a CBF e vamos buscar resultado e sem ser beneficiado por ninguém. Queremos o justo. Se a Ponte tiver que ganhar, ela vai sair vencedora. No esporte é assim que funciona”, conclui.

Imagem

Compartilhar esta notícia

Notícias Relacionadas

0 comentário(s)

Faça o seu login ou cadastre-se para comentar!